Ballet Romântico

 Atapoã Feliz

Fazendo uma incursão no estilo “Movie&Show” do teclado Tyros 5 da Yamaha, deparei-me com “RomanticBallet”. Aleatoriamente toquei um acorde. Com introdução e acompanhamento do teclado, fiz a melodia “Ensaio II – Ballet Romântico”. Depois, fui pesquisar o verbete Ballet Romântico e encontrei “Giselle”: argumento de Jules Henry Vernoy De Saint-Georges, Théophile Gautier e Jean Coralli , inspirado em uma balada de Heinrich Heine; coreografia de Jean Coralli e Jules Perrot; música de Adolphe Adam. Segundo, ainda, a Grande Enciclopédia Larousse Cultural, “Giselle” estreou na Ópera de Paris em 1841.

Não satisfeito, ainda, com a pesquisa, localizei no You Tube o vídeo “Giselle”, com Roberto Bolle e Svetlana Zakharova. Produção de Raitre Raitrade, com a duração de 1 hora e 45 minutos . A peça é magistral. A música, então, é maravilhosa!

Confesso que após ouvir a música de Adolphe Adam, hesitei muito em apresentar a nossa “trilha”. Contudo, não vou deixá-la armazenada só por causa de uma eventual crítica.

Conforme esclarecido alhures, a razão de ser deste blog é a Música, de sorte que, com referência à história do Ballet Romântico, deixo aos entendidos a sua narrativa.

Com imagens referentes à “Giselle”, captadas do Google, apresento “Ensaio II- Ballet Romântico”, sem finalidades lucrativas.

2 ideias sobre “Ballet Romântico

  1. Ana Cristina Canavarros Romero

    Sabe o quê os críticos diriam? Eu não faço a mínima idéia… E, o que importa, quando – como dito no seu texto – “a razáo de ser deste blog é a Música”! É ELA, a sua música, que acabo de ouvir e preencher minha noite com a suavidade que meus ouvidos merecem. Queria que todos os vizinhos a ouvissem, só para desligarem os sons do terror que a TV apresenta, explora e lucra, ao mostrar as consequências dos ataques terroristas em Paris. Prefiro orar, em silêncio, e remeter meu pensamento ao “Ópera de Paris”, onde flutuam bailarinas ao som de “Ensaio II – Ballet Romântico”.
    Parabéns!!!
    Abs
    Ana Cristina

    Responder
    1. Atapoã da Costa Feliz Autor do post

      Obrigado, minha amiga. Tens razão, a TV reconstitui o dia inteiro essa tragédia. Como diz aquele repórter: parece um “mensageiro do caos”.

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>